Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Daer e ST concluem restauração de rodovias na região Nordeste do RS

Programa Crema Erechim abrange 170,7 quilômetros e prevê manutenção dos trechos por mais quatro anos

Publicação:

ERS-126, entre Sananduva e São João da Urtiga, está entre as rodovias com pavimento recuperado
ERS-126, entre Sananduva e São João da Urtiga, está entre as rodovias com pavimento recuperado - Foto: Júlio Cunha Neto/Daer
Por Júlio Cunha Neto/Daer

Programa Crema abrange mais de mil quilômetros de rodovias estaduais
Programa Crema abrange mais de mil quilômetros de rodovias estaduais - Foto: Júlio Cunha Neto/Daer
Seis dos principais corredores rodoviários do Nordeste do Rio Grande do Sul estão em condições de tráfego renovadas. O governo do Estado, através do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) – autarquia ligada à Secretaria dos Transportes – concluiu a primeira etapa do Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias da região de Erechim (Crema Erechim).


O programa teve início em abril de 2016 e já recuperou os 170,7 quilômetros de pavimento previstos. As rodovias que receberam as obras são a ERS-126, ERS-343, ERS-467, ERS-487 e ERS-208 (confira abaixo os trechos restaurados em cada). “Os serviços foram executados em um ritmo muito rápido e, hoje, a população pode contar com estradas em ótimas condições, de acordo com parâmetros técnicos que garantem a durabilidade das mesmas”, salienta o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen. “O Crema Erechim é uma das ações incluídas no nosso Acordo de Resultados, que firmamos juntamente com o governo do Estado e o Daer para atender as necessidades da sociedade gaúcha.”

O investimento total é de R$ 78 milhões, financiados pelo Banco Mundial (Bird). A primeira etapa do programa tem duração de pouco mais de um ano e consiste na restauração completa do pavimento e dos dispositivos de drenagem – como bueiros, canaletas e sarjetas. No momento, a sinalização de trânsito está sendo renovada, desde as placas de trânsito até a pintura da pista e os tachões. A segunda fase será focada na manutenção rotineira dos trechos que constam no contrato. “Essas rodovias receberão serviços constantes por mais quatro anos, quando encerra o prazo do Crema Erechim”, especifica o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti. “Dos reparos necessários no asfalto até a roçada da vegetação às margens, daremos total atenção para que esse nível de excelência siga beneficiando os usuários dessas estradas.”

Para o empresário Renato Basso, 65 anos, o sentimento é de gratidão. Diretor de uma indústria de alimentos de Sananduva, ele afirma que as obras deixaram as estradas mais seguras para o transporte das dez mil toneladas de farinha e ração animal processadas todo mês. “Com o asfalto novo e a sinalização em dia, conseguimos economizar até 20 por cento, pois os gastos com peças para os caminhões e combustível diminuíram”, ressalta. “Os produtores que entregam nossa matéria-prima também comentam sobre essas melhorias e estão satisfeitos com o trabalho que o Daer fez.”

Confira abaixo as rodovias contempladas no Crema Erechim:

- ERS-126 (61,5 km): entroncamento com a BRS-285 (p/ Lagoa Vermelha ) – entr. ERS-208 (p/ Maximiliano de Almeida);

- ERS-208 (16,2 km): entr. ERS-442 (Machadinho) – entr. ERS-126 (Maximiliano de Almeida);

- ERS-343 (57,2 km): entr. RSC-470 (Barracão) – entr. ERS-126 (Sananduva);

- ERS-467 (23,9 km): entr. ERS-430 (Tapejara) – entr. ERS-126 (Três Porteiras);

- ERS-478 (11,9 km): Maximiliano de Almeida – Barragem de Machadinho.

O programa Crema

Gerenciado pelo Daer, o Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema) prevê obras de recuperação completa, drenagem, sinalização e serviços de manutenção de trechos pavimentados. A duração do programa é de cinco anos e a execução dos trabalhos passa por avaliação constante de acordo com indicadores de desempenho estabelecidos contratualmente.

Hoje, o Crema possui cinco lotes em atividade, que abrangem 1.166 quilômetros em diferentes regiões do Rio Grande do Sul. Na região da Serra e de Erechim, a fase de restauro das rodovias está concluída e a manutenção rotineira dos trechos está em andamento, totalizando melhorias em 366 quilômetros. Nos Cremas Santa Maria – Cachoeira do Sul, Passo Fundo – Palmeira das Missões e Passo Fundo – Cruz Alta, os trabalhos começaram nos últimos dois meses.

Acordo de Resultados

O Crema integra o Acordo de Resultados 2017, assinado por todas as secretarias e vinculadas e que consiste no acompanhamento dos projetos definidos como prioritários para serem executados pelo governo do Estado. Os compromissos firmados envolvem o planejamento de indicadores de desempenho, ações e eficiência da gestão.

Essa rede de governança prioriza as demandas da sociedade com intuito de construir um governo mais eficiente na aplicação de recursos, mais ágil e menos burocrático, que, de forma transparente, dialogue com a população e entregue serviços de qualidade.

Secretaria dos Transportes